O Hobbit

Eis a frase: “O Mundo está divido entre aqueles que já leram O Hobbit e O Senhor dos Anéis e aqueles que ainda não leram.”

Quando um Bolseiro recebe em sua casa, contra a sua própria vontade, treze Anões e um Mago, estes lhe convidam à participar da maior aventura de sua vida. Uma espécie de caça ao tesouro! Na verdade, eles iriam recuperar um tesouro antigo, que pertencia aos anões, por direito, mas que agora estava sob as garras de uma temível criatura: Smaug, o Dragão. Mas o livro não é só isso: Eles ainda têm uma longa jornada pela frente e nesta eles fazem alguns amigos... e muitos inimigos.



Tolkien é com certeza um dos escritores mais brilhantes da história, e não ler uma de suas obras é um verdadeiro crime cultural. Muitos falam que suas obras são maçantes, duras, e sem ritmo. Eu não discordo! Já li muito suas obras e aponto com total segurança essas partes maçantes e sem ritmo. Mas, os livros de Tolkien possuem uma beleza e um encantamento que eu não encontro em qualquer livro.
São tantos detalhes, construções, paisagens, culturas, povos e línguas criados com tanta perfeição que é impossível ficar imune aos seus encantos.

Galera, lendo este livro, eu ganhei uma viagem à algumas partes da Terra Média. Conheci elfos, aranhas gigantes, orcs, lobos selvagens, dragões...! É inexplicável. Somente lendo para saber. Não é à toa que este se tornou um dos meus livros favoritos, recomendo totalmente!!

E em dezembro de 2012 tivemos a primeira parte da saga (que vai ser dividida em 3 filmes) de Bilbo Bolseiro nas telonas, e posso dizer que foi bem convincente, bem leal ao livro... Claro que nem tudo esta no filme, mas cortes acontecem quando se trata de uma adaptação!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário